Paris, L'après-midi (tradução)

Original


Zaz

Compositor: Não Disponível

Um, dois
E um, dois, três, quatro

Certas noites quando estou melancólica
Eu me lembro dos espacinhos onde esquecíamos suas tristezas
E suas mágoas no sol da tarde
Em Paris

As avenidas são cobertas com andadores e carruagens
Nas estações, os viajantes migram para os subúrbios
Para passar uma tarde
Em Paris

No Sena se cruzam
Os cabarés e os barcos-mosca
Sobre os quais ressoa
Um pouco de violão cigano

Os truques são o refúgio dos andarilhos cansados
Os terraços são locais de encontro improvisados

Ao acaso, numa tarde
Em Paris

Certas noites quando estou melancólica
Eu me lembro dos espacinhos onde esquecíamos suas tristezas
E suas mágoas no sol da tarde
Em Paris

As avenidas são cobertas com andadores e carruagens
Nas estações, os viajantes migram para os subúrbios
Para passar uma tarde
Em Paris

No Seine se cruzam
Os cabarés e os barcos-mosca
Sobre os quais ressoa
Um pouco de violão cigano

Os truques são o refúgio dos andarilhos cansados
Os terraços são locais de encontro improvisados
Ao acaso, numa tarde
Em Paris
Em Paris
Em Paris

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital