On Ira (tradução)

Original


Zaz

Compositor: Não Disponível

Vamos ouvir o Harlem numa esquina de Manhattan
Vamos tostar chá nos souks de Amman
Vamos nadar no leito do rio Senegal
E veremos queimar Bombaim sob as luzes de Bengala

Vamos arranhar o céu sob a Kyoto
Vamos sentir a batida no Rio de Janeiro
Vamos levantar os olhos para o teto da Capela Sistina
E brindar no Pushkin Café

Ah, como é linda a nossa sorte
Nas mil cores do ser humano
Misturadas das nossas diferenças
Na encruzilhada dos destinos

Você é as estrelas, nós somos o universo
Você é um grão de areia, nos somos o deserto
Você é mil frases e eu sou a caneta
Oh oh oh oh oh oh oh

Você é o horizonte e nós somos o mar
Você é as estações e nós somos a terra
Você é a orla e eu sou a espuma
Oh oh oh oh oh oh oh

Diremos que os poetas não têm bandeiras
Faremos tantos dias de festa como heróis tenhamos
Saberemos que as crianças são as guardiãs da alma
E que haverá tantas rainhas quanto mulheres teremos

Diremos que os encontros fazem as viagens mais belas
Veremos que merecemos o que se compartilha
Escutaremos a musica cantanda em todos os lugares
E saberemos dar oque temos de melhor

Ah, como é linda a nossa sorte
Nas mil cores do ser humano
Misturadas das nossas diferenças
Na encruzilhada dos destinos

Você é as estrelas, nós somos o universo
Você é um grão de areia, nos somos o deserto
Você é mil frases e eu sou a caneta
Oh oh oh oh oh oh oh

Você é o horizonte e nós somos o mar
Você é as estações e nós somos a terra
Você é a orla e eu sou a espuma
Oh oh oh oh oh oh oh

Você é as estrelas, nós somos o universo
Você é um grão de areia, nos somos o deserto
Você é mil frases e eu sou a caneta
Oh oh oh oh oh oh oh

Você é o horizonte e nós somos o mar
Você é as estações e nós somos a terra
Você é a orla e eu sou a espuma
Oh oh oh oh oh oh oh

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital